Um site a serviço do Estado - Ano VII - Campo Grande - Mato Grosso do Sul
Canais: 
Busca rápida
Cadernos
CAPA
CLÍNICAS MÉDICAS
COMPRAS - PEDRO JUAN - PARAGUAY
ARTIGOS
SAIBA AONDE SABOREAR AS DELÍCIAS DA CAPITAL
POLÍTICA
CONSTRUÇÃO CIVIL NA CAPITAL
NOTÍCIAS/INTERNET/TEC
MUNDO
TELEFONES ÚTEIS
HISTÓRIA DA PIZZA
GUIA DO COMÉRCIO DE CAMPO GRANDE
BRASIL
NOTICIAS
POLICIA
FALE CONOSCO
MENSALÃO
ESPORTE NEWS
MOMENTO DE REFLEXÃO
SALMO 23 - 25
NOTA ZERO
NOTA 10
SAÚDE
GUIA DO COMÉRCIO DE CAMPO GRANDE
RIO DE JANEIRO
HOTELARIA
JUSTIÇA
ECONOMIA
HORA DO RISO/PIADAS
TRAGÉDIA
FISCALIZAÇÃO PMR
EDUCAÇÃO
OPERAÇÃO LAVA JATO
OPERAÇÃO NOTA ZERO
LAMA ASFÁLTICA
GAECO
SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA FEDERAL
OPERAÇÃO RIQUIXÁ
GGIFRON
JORNALISMO
Publicidade
Publicações
24/10/2019 16:40
Evo diz que ganhou, mas oposição acusa fraude: a novela da eleição na Bolívia
Mundo

Por BBC NEWS BRASIL

Presidente boliviano se proclamou vencedor do pleito nesta quinta, enquanto Carlos Mesa diz não reconhecer resultado e a OEA pede que um segundo turno seja realizado

Evo Morales (Arquivo/Roosewelt Pinheiro/Agência Brasil)

Evo Morales anunciou nesta quinta sua vitóriana Bolívia, mas pleito sofre contestações
Reuters

"Trago uma boa notícia a vocês", disse Evo Morales em entrevista coletiva em La Paz nesta quinta-feira (24/10). "Falta 1,5% (de apuração das urnas), pode variar e não é oficial ainda, mas ganhamos."

Assim, Morales celebrava sua vitória — para o que deve ser seu quarto mandado consecutivo na Bolívia — ainda no primeiro turno das eleições presidenciais realizadas no domingo.

Mas o pleito tem sido duramente questionado, tanto pela oposição quanto por organismos internacionais, desde que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) boliviano fez uma inexplicada pausa na divulgação da contagem de votos, justamente no momento em que os resultados parciais apontavam para a possibilidade de um segundo turno entre Morales e o opositor Carlos Mesa.

Mesa acusou o governo de "fraude eleitoral" e pediu um segundo turno. Morales, por sua vez, afirmou que o opositor "não apresentou provas".

Ao mesmo tempo, a Organização dos Estados Americanos (OEA), que atuou como observadora na eleição, afirmou ter "sérias dúvidas" sobre o pleito e recomendou que o país faça um segundo turno.

"Devido ao contexto e aos problemas evidenciados no processo eleitoral, continua sendo uma melhor opção convocar um segundo turno", disse a organização em comunicado. "A desconfiança no processo eleitoral e a falta de transparência (...) geraram uma alta tensão política e social."

Morales também respondeu com críticas. "Não quero pensar que a missão da OEA já está participando de um golpe de Estado (...) orquestrado internamente e externamente. A OEA deveria avaliar a si mesma e à missão que enviou."

O presidente afirmou que aceitaria uma auditoria da contagem de votos por parte da organização, mas pareceu rejeitar a precondição de que as conclusões da auditoria fossem vinculantes.

Desde as eleições, tem havido manifestações contra e a favor do governo
Getty Images

Oficialmente, a contagem das eleições ainda não foi concluída. Com 98% das urnas apuradas na manhã desta quinta, Morales tem 46,8% dos votos, contra 36,7% de Carlos Mesa, o que evitaria um segundo turno — segundo a lei boliviana, a vitória em primeiro turno exige ao menos 40% dos votos e uma vantagem superior a 10 pontos percentuais entre o primeiro e o segundo colocados.


"Faltam cerca de 120 mil votos (a serem apurados)", afirmou Morales em coletiva. "Vamos respeitar se o resultado final disser que há segundo turno e vamos (disputar). E se o resultado disser que não haverá (segundo turno), vamos defendê-lo. (...) Ganhamos em primeiro turno. Ainda há votos por contar, mas tenho informação de que o que falta é voto da área rural (bastião de Morales)."

A contagem de votos

O Tribunal Superior Eleitoral boliviano tem sido amplamente questionado desde que, no mesmo dia da eleição, suspendeu a divulgação de uma contagem preliminar quando chegou em cerca de 83% dos votos apurados. Na ocasião, Morales tinha 45% dos votos, e Mesa, 38%.

Depois de 23 horas, o órgão eleitoral anunciou novos resultados com mais de 95% dos votos contabilizados, dando a Morales uma vantagem de mais de 10 pontos.


Evo Morales Ayma

@evoespueblo
Saludamos y agradecemos a nuestro pueblo y a los sectores sociales por este nuevo triunfo del MAS-IPSP. Es la cuarta elección consecutiva que ganamos democráticamente. Nos impusimos con más de medio millón de votos al segundo y tenemos mayoría absoluta en diputados y senadores.

Ver imagem no Twitter
7.106
09:33 - 23 de out de 2019
Informações e privacidade no Twitter Ads
4.963 pessoas estão falando sobre isso
Isso fez com que milhares de simpatizantes de Mesa saíssem às ruas para protestar e acusar o governo de fraude. Houve também manifestações em favor de Morales, que acusou a oposição de orquestrar um golpe contra ele.

"Vamos defender a democracia porque nós recuperamos a democracia", disse o presidente.

Mesa, por sua vez, acusou Morales de romper a institucionalidade do país. "Quem toma o controle de todos os Poderes e os concentra em uma só (pessoa) de maneira ilegítima, deixando vulnerável a independência de Poderes, é protagonista de um golpe de Estado", afirmou.

Na quarta-feira, Mesa disse também que não reconheceria os resultados dados pelo TSE.

BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Fonte: Agência Brasil

Veja também:
Quinto dia de greve deixa Paris sem transporte público e congestionada
Sindicatos franceses decidem manter greve por tempo indeterminado
Trump diz que vai retomar tarifas a metais de Brasil e Argentina
Trump visita Afeganistão e diz que EUA estão reiniciando conversações
Protestos no Chile: presidente Sebastian Piñera diz à BBC que não renuncia, mas admite mudar Constituição da ditadura
Termina hoje prazo dado por manifestantes para que Morales renuncie
‘Parem, já me entreguei’: os detalhes e imagens da guerra após a prisão do filho de 'El Chapo' no México
Chile cancela duas cúpulas internacionais
Iraque tem dezenas de mortos em 48 horas de manifestações e violência
Bolivianos vão às urnas para escolher presidente e outras autoridades
Serviço de metrô é interrompido em Hong Kong por protestos violentos
Por que políticos democratas temem o processo de impeachment de Trump?
Manifestantes em Hong Kong fazem manifestações às vésperas do Dia Nacional da China
Protestos dos "coletes amarelos" em Paris têm 163 pessoas presas
Talibã reivindica ataques em Cabul e em reunião de presidente afegão
Israel legaliza colônia na Cisjordânia a dois dias das eleições
Trump diz que irá manter pelo menos 8.600 soldados no Afeganistão
Violência volta a irromper protestos em Hong Kong
Macron diz ser tarde demais para novo acordo do Brexit
Número de brasileiros presos no exterior sobe 18% em um ano
EUA sofre dois ataques de atiradores em menos de 24 horas; pelo menos 29 morreram
Atirador invade área comercial e deixa feridos em El Paso, no Texas
Bombas assustam cúpula internacional na Tailândia
Justiça dos EUA dá sinal verde para que Trump construa muro
Coreia do Norte volta a lançar mísseis
Erupção de vulcão deixa 30 mil pessoas desabrigadas no Peru
Autoridades começam a inspecionar estúdio de animação incendiado
Presidente da França se esforça para manter acordo nuclear de pé
Chefe da Patrulha Fronteiriça era de grupo anti-imigração no Facebook
Incêndio mata 14 tripulantes de mini-submarino russo
Líderes mundiais em Osaka anunciam acordo do clima 19+1
'Vão procurar sua turma', diz Heleno a países sobre desmatamento
Maduro promete ser "implacável" com tentativa de golpe de Estado
EUA impõem novas sanções contra o Irã
Trump lança campanha à reeleição pedindo 'terremoto nas urnas'
Corpo de douradense é encontrado no rio Aquidauana
Fogo toma conta de terreno baldio e mobiliza moradores de condomínio
Venezuela reabre parte da fronteira com a Colômbia
Bolsonaro diz que definiu ações para aprofundar parceria com Argentina
Líder supremo do Irã diz que Teerã não negociará com EUA
Primeira-ministra britânica anuncia renúncia
Brasileiros mortos no Chile teriam alugado apartamento pela internet
Trump propõe novo plano migratório que valorize capacitação
No Texas, Bolsonaro se encontra com Bush e recebe homenagem
China reage a Trump e aumenta tarifas sobre produtos dos EUA
Fechada desde fevereiro, Venezuela reabre fronteira com Brasil
Incêndio em avião russo deixa pelo menos 41 pessoas mortas
Ciclone atinge Índia; mais de 1 milhão de pessoas são retiradas
Após Maduro declarar vitória contra 'golpe', Guaidó convoca novos atos
Brasil incentiva países a apoiarem Juan Guaidó
PSOE vence eleições na Espanha, mas sem maioria para governar
Espanhóis vão às urnas para escolher novo Congresso
Trump ameaça novamente fechar fronteira com o México
Humorista Zelensky vence eleição presidencial na Ucrânia
Acidente com ônibus turístico deixa pelo menos 28 mortos em Portugal
Assange é acusado de usar embaixada como centro de espionagem
Confrontos abalam capital da Líbia e milhares abandonam moradias
Fundador do WikiLeaks, Julian Assange é preso em Londres
Com 95% dos votos apuradores, Netanyahu tem leve vantagem
Brexit: May afirma que irá pedir adiamento para deixar UE
Bolsonaro condecora em Israel militares que trabalharam em Brumadinho
Bolsonaro chega a Israel e defende parcerias em segurança e defesa
Parlamento rejeita acordo do Brexit pela 3ª vez e May está na berlinda
Trump recebe mulher de Guaidó e pede que russos deixem a Venezuela
Cesare Battisti admite participação em 4 assassinatos na Itália
Número de mortos em naufrágio de barca no Iraque aumenta para 85
Trump diz que atuará para incluir Brasil na OCDE
Polícia da Holanda confirma 3 mortos e 9 feridos em tiroteio em bonde
Grupo ataca mesquitas e mata ao menos 49 pessoas na Nova Zelândia
Análise de caixas-pretas de avião será feita no exterior, diz Etiópia
Mario Abdo pedirá revogação do status de refugiado de dois paraguaios
Sobe para 23 o número de mortos em decorrência do tornado nos EUA
Ao lado de Guaidó, Abdo defende valores, democracia e liberdade
Chanceler da Venezuela pede reunião entre Trump e Maduro
Brasil condena violência e 'caráter criminoso do regime Maduro'
Em manhã tensa na fronteira, Maduro e Guaidó convocam manifestações
Venezuela: Confronto a 80 km da fronteira com Brasil deixa 2 mortos
Exército da Venezuela está em alerta na fronteira
Capital começa a semana com 142 vagas de emprego ofertadas pela Funtrab
Trump deve declarar emergência nacional para financiar muro
Pesquisa Google
Pesquisa Google
Previsão do tempo
Publicidade
<
Copyright 2006 - 2019 JDCNotíciasMS. Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução desde que citada a fonte.