Um site a serviço do Estado - Ano VII - Campo Grande - Mato Grosso do Sul
Canais: 
Busca rápida
Cadernos
CAPA
CLÍNICAS MÉDICAS
COMPRAS - PEDRO JUAN - PARAGUAY
ARTIGOS
SAIBA AONDE SABOREAR AS DELÍCIAS DA CAPITAL
POLÍTICA
CONSTRUÇÃO CIVIL NA CAPITAL
NOTÍCIAS/INTERNET/TEC
MUNDO
TELEFONES ÚTEIS
HISTÓRIA DA PIZZA
GUIA DO COMÉRCIO DE CAMPO GRANDE
BRASIL
NOTICIAS
POLICIA
FALE CONOSCO
MENSALÃO
ESPORTE NEWS
MOMENTO DE REFLEXÃO
SALMO 23 - 25
NOTA ZERO
NOTA 10
SAÚDE
GUIA DO COMÉRCIO DE CAMPO GRANDE
HOTELARIA
JUSTIÇA
ECONOMIA
HORA DO RISO/PIADAS
TRAGÉDIA
FISCALIZAÇÃO PMR
EDUCAÇÃO
OPERAÇÃO LAVA JATO
OPERAÇÃO NOTA ZERO
LAMA ASFÁLTICA
Publicidade
Publicações
10/06/2019 09:08
Exportações da China crescem apesar de tarifas dos EUA, mas importações têm maior queda em 3 anos
Economia

Reuters por Reuters

Por Stella Qiu e Tony Munroe

PEQUIM (Reuters) - As exportações da China voltaram a crescer de forma inesperada em maio apesar das tarifas mais altas dos Estados Unidos, mas as importações tiveram a maior queda em quase três anos, em mais um sinal de demanda doméstica fraca que pode levar o governo a acelerar medidas de estímulo.

Alguns analistas suspeitavam que os exportadores chineses poderiam ter apressado os embarques para os EUA para evitar as novas tarifas sobre 300 bilhões de dólares em produtos que o presidente norte-americano, Donald Trump, está ameaçando impor.

Mas os dados de exportações melhores do que o esperado desta segunda-feira não devem aliviar temores de que uma guerra comercial entre os dois países mais longa pode não ser mais evitável, levando a economia global para a recessão.

AS exportações da China cresceram em maio 1,1% sobre o ano anterior, contra expectativas do mercado de modesto declínio, mostraram dados da alfândega.

Analistas consultados pela Reuters esperavam queda de 3,8%, após contração de 2,7% em abril.

"Esperamos que o crescimento das exportações permaneça positivo em junho, provavelmente sustentado pelo embarque antecipado de exportações para os EUA, mas deve então cair no terceiro trimestre, quando esperamos que as tarifas ameaçadas sejam adotadas", disseram economistas do Nomura.

"Portanto, acreditamos que Pequim deverá acelerar suas medidas de estímulo para estabilizar os mercados financeiros e o crescimento."

As importações da China em maio foram muito mais fracas do que o esperado, caindo 8,5%, queda mais forte desde julho de 2016. Isso deixou o país com um superávit comercial de 41,65 bilhões de dólares no mês.

Analistas previam queda de 3,8% das importações, revertendo a expansão de 4% de abril.

Copyright © Thomson Reuters.

Fonte: Do R7

Veja também:
Dólar fecha em R$ 3,82 e registra a menor cotação em três meses
Bolsa fecha pela primeira vez acima dos 100 mil pontos
Produtividade do trabalho no país recua 1,1% no primeiro trimestre
Indústria de calçados emprega 1,7 mil pessoas em MS, diz Fiems
Crescimento do PIB depende de reformas e não de truques, diz Guedes
CVM multa Eike Batista em R$ 536,5 milhões
Para Longen, destinação de 30% do FCO para obras estaduais prejudica setor industrial
Tempo de estudo de trabalhadores formais cresce 20% de 2003 a 2017
Dólar tem maior queda diária em quatro meses e fecha a R$ 4,04
Após bater 100 mil pontos, Bolsa desaba 10% e retoma níveis de 2018
Dólar supera R$ 4 e fecha no maior valor em oito meses
Processo de recuperação gradual da economia foi interrompido, diz BC
Transações bancárias feitas por celular aumentam 24%, diz Febraban
Produção industrial brasileira cai 1,3% de fevereiro para março
Brasil inicia exportação de carne de frango in natura para Índia
Receita já recebeu 23,9 milhões de declarações de Imposto de Renda
Carne brasileira pode ampliar espaço no mercado chinês, diz ministra
Bolsa fecha com queda de 1,98%; dólar tem alta de 0,83%
Teresa Cristina quer aumentar parcerias com países árabes
Aneel autoriza aumento nas contas de luz para MT, MS e interior de SP
Produção de aço sobe 2,3% em janeiro, mas a de laminados cai 3,1%
Minério de ferro tem 1ª perda semanal do ano na China
Pesquisa Google
Pesquisa Google
Previsão do tempo
Publicidade
<
Copyright 2006 - 2019 JDCNotíciasMS. Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução desde que citada a fonte.