Um site a serviço do Estado - Ano VII - Campo Grande - Mato Grosso do Sul
Canais: 
Busca rápida
Cadernos
CAPA
CLÍNICAS MÉDICAS
COMPRAS - PEDRO JUAN - PARAGUAY
ARTIGOS
SAIBA AONDE SABOREAR AS DELÍCIAS DA CAPITAL
POLÍTICA
CONSTRUÇÃO CIVIL NA CAPITAL
NOTÍCIAS/INTERNET/TEC
MUNDO
TELEFONES ÚTEIS
HISTÓRIA DA PIZZA
GUIA DO COMÉRCIO DE CAMPO GRANDE
BRASIL
NOTICIAS
POLICIA
FALE CONOSCO
MENSALÃO
ESPORTE NEWS
MOMENTO DE REFLEXÃO
SALMO 23 - 25
NOTA ZERO
NOTA 10
SAÚDE
GUIA DO COMÉRCIO DE CAMPO GRANDE
HOTELARIA
JUSTIÇA
ECONOMIA
HORA DO RISO/PIADAS
TRAGÉDIA
FISCALIZAÇÃO PMR
EDUCAÇÃO
OPERAÇÃO LAVA JATO
OPERAÇÃO NOTA ZERO
LAMA ASFÁLTICA
GAECO
SEGURANÇA PÚBLICA
Publicidade
Publicações
14/06/2019 11:39
No dia mundial do doador de sangue, Junho Vermelho busca ampliar estoque
Noticias

Portal do MS (Luciana de Sá Brazil)



Campo Grande (MS) – No dia mundial do doador de sangue, Junho Vermelho busca ampliar estoque que tende a baixar em período de frio. Nesta sexta-feira (14), a data comemora quem se dispõe periodicamente à doação.

No mês de junho, quando as temperaturas começam a cair por causa do inverno e as doenças respiratórias surgem com mais frequência, as doações de sangue ficam até 80% menores em Mato Grosso do Sul, conforme dados do Hemosul. A situação não é diferente em outros estados do país, e por causa dos baixos estoques de sangue o período passou a ser reconhecido nacionalmente como o mês de incentivo às doações, intitulado como Junho Vermelho.

Diversas parcerias estão agendadas com Hemosul na tentativa de reparar os números preocupantes desse período. Com o Junho Vermelho, o Hemosul consegue promover doações em massa e tenta manter os estoques em níveis adequados para atender a demanda da população. As campanhas e ações têm como objetivo ainda estimular que doadores já cadastrados façam doações em meses mais frios, incentivar que mais pessoas se cadastrem, fazendo com que a causa, Junho Vermelho, alcance o maior número de pessoas possíveis.

“Junho inicia um período crítico para as doações de sangue, o inverno, que afasta os doadores. As parcerias e campanhas são fundamentais para que possamos manter nossos estoques. Mas é muito importante lembrar que precisamos de doações todos os dias e que a população está convidada a praticar este importante ato de solidariedade”, disse a coordenadora do Hemosul, Marli Vavas.

As ações de conscientização do Junho Vermelho começaram nessa segunda-feira (03.06) na Rede Hemosul do Estado. Os primeiros a participarem da campanha foram os integrantes da Liga do Bem. O grupo, que utiliza a roupa de super-heróis para incentivar ações de cidadania, atua há quatro anos em parceria com o Hemosul, ajudando a alavancar as doações de sangue, o que funciona efetivamente, conforme o órgão.

Na segunda semana de junho, entre os dias 10 e 12, já está programada a coleta dos militares, com um grande número de doadores. No dia 13, feriado municipal em Campo Grande, o Hemosul da Capital não funcionará – no interior abrirá normalmente -, e os atendimentos retornarão no dia 14, quando é celebrado o Dia Mundial do Doador de Sangue. 

Por meio de parcerias privadas, nesse dia serão oferecidos lanches especiais para os doadores do Hemosul Coordenador, na Avenida Fernando Corrêa da Costa, mesmo que a doação não possa ter sido efetivada naquele dia. No Hospital Regional, na Capital, nas unidades de Dourados e Ponta Porã o doador também terá um lanche especial.  

Já na terceira semana de junho, a grande doação será feita pelos policiais militares, como fazem todos os anos. A imprensa também tem papel importante neste período de divulgação, multiplicando o alcance e trazendo mais doadores às unidades.

Junho Vermelho            

O mês de incentivo especial à doação de sangue, o Junho Vermelho, surgiu de uma iniciativa de doadores de São Paulo, que criaram o projeto Eu Dou Sangue. O intuito era de amenizar a queda nos estoques neste período crítico, que se inicia em junho e se estende até agosto, quando as temperaturas caem e as doenças respiratórias, e gripes sobretudo, aumentam.

De acordo a Agência Brasil, uma pesquisa feita em 2017 revelou que cerca de 92% dos brasileiros disseram não ter doado sangue entre junho de 2016 e junho de 2017.  Conforme o levantamento, “além do recesso e do clima mais frio, feriados e dias chuvosos também impactam negativamente os hemocentros, que costumam registrar queda de 30% em seus estoques no período”, diz o texto da Agência Brasil.

Os dados da mesma pesquisa, feita pelo projeto Eu Dou Sangue, em parceria com o Instituto Datafolha, também mostraram que 39% dos brasileiros admitem não saber qual é seu tipo sanguíneo. O estudo, que ouviu 2.771 entrevistados em todo o país, mostrou que o desconhecimento é maior entre os homens (44%) do que entre as mulheres (35%).  A maior parte dos jovens (52%), na faixa dos 16 aos 24 anos, também desconhece essa informação.

A recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) é de que cada país tenha, entre 3% e 5% de sua população como doadora de sangue frequente. No Brasil, o índice fica em 1,8%, enquanto em alguns países da Europa, cerca de 7%.

Locais para doação

Os locais para doação de sangue são: Hemosul Coordenador, que fica na Avenida Fernando Correa da Costa n° 1.304; o Hemosul que fica no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS); Hemosul Dourados; Hemosul Ponta Porã; Hemosul Paranaíba e Hemosul Três Lagoas.

 

Texto: Luciana Brazil, secretaria de Estado de Saúde (SES) e Mayra Franceschi, Hemosul.

Foto: Edemir Rodrigues

Veja também:
Amiga diz que Alinne Araújo sofria de depressão desde a infância
Prefeitura libera mais um trecho do Reviva Centro
Monitores terão 20% de desconto em cursos na Faculdade do Senai
Anatel diz que vai acabar com cobrança de dados roaming entre países do Mercosul
Homem é encontrado morto em frente à terminal de Campo Grande
Pedidos de aposentadoria disparam durante a reforma
PF nega porte de arma a 27 Guardas Municipais de Campo Grande; 98 são aprovados
ShowBizz: Geisy Arruda posa de biquíni e avisa: “De volta à dieta e treinos”
BR-267: Carreta bate em 3 veículos durante interdição após acidente com morte
Terça-feira com névoa seca e baixa umidade do ar
Celebridades: Xuxa posta foto com app que "envelhece" e manda indireta para críticos
Banco é condenado a restituir cliente vítima de fraude
Contribuinte pode parcelar dívidas do IPVA em até 10 vezes
Mulher empurra padre Marcelo Rossi de palco durante missa; assista
De mecânico a técnico de enfermagem, Funtrab oferta 450 vagas em MS
Cadeirante 'capota' ao pegar carona na traseira de ônibus Apesar da aventura, ideia não deu certo e homem ficou ferido
Em 5 meses de operação, radares arrecadaram R$ 5,3 milhões em multas
Magoado, Mauro Naves 'apaga' Globo e pode processar emissora
Desembargadores mantém condenação de mais de 19 anos para homem que matou a mulher
Motorista morre em acidente entre carro e carreta na BR-158
Semana começa com máxima de 34Cº e previsão de chuvas isoladas
Esplanada dos Ministérios recebe Parada do Orgulho LGBTS neste domingo
Caminhonete desgovernada sai de garagem e cai em córrego na Capital
Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumulado é R$ 16 milhões
Domingo de tempo firme e ensolarado com mínima de 13ºC
Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 2,5 milhões
Mulher morre após tomar cerveja e fumar narguilé em tabacaria
Confira a escala médica de plantão das UPAs e CRSs para esta sábado, (13/07)
Sábado de calor e baixa umidade do ar exige atenção
Entregador de aplicativo morre após esperar duas horas por atendimento
Fim de semana tem shows celebração especial ao Dia Mundial do Rock
Após morte de coletor da Solurb, levantamento aponta que trabalhadores são os que mais sofrem acidentes
Mega-Sena : Aposta única fatura R$ 8 milhões
Estado deve ter professor de apoio para aluna com síndrome de down
Retorno a Dourados de avião ficará mais caro a partir de agosto
Empresa de telefonia indenizará vítima por acidente com fios na rua
Vendas de carne suína ao exterior sobem 24,5% no primeiro semestre de 2019
Dólar fecha em R$. 3,75 menor nos últimos 3 meses
Para fugir de bloqueio, passageiros pegam malas e seguem viagem a pé
Amigos e admiradores se despedem de Paulo Henrique Amorim
Empresa aérea pagará mais de R$10 mil por danificar violão
Velório de Paulo Henrique Amorim reúne familiares e amigos
Em dias de tempo seco, Bombeiros alertam: queimada é crime
Procon notifica treze hospitais de Campo Grande para que se adequem a legislação
Fies:pré-selecionados têm até esta sexta para complementar inscrição
Quinta-feira de sol e altas temperaturas em Mato Grosso do Sul
Negado dano moral a consumidor que não ingeriu refrigerante
Gripe já matou 38 pessoas, cinco a mais que em todo o ano passado
Inscrições para a 2ª fase do Programa Mais Médicos terminam hoje
Dourados pagará R$ 75 mil a familiares de vítima de acidente
TJ determina quebra de sigilo de usuário de rede social
Morre Paulo Henrique Amorim aos 77 anos
Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 7,5 milhões na próxima quinta
Previsão de sol e temperaturas de 33°C nesta quarta-feira
Acidente mata um e deixa três feridos na MS-276
Petrobras reduz gasolina em R$ 0,07 e diesel em R$ 0,08
MS tem tempo seco e máxima chega a 31°C
Com frio, doação de sangue cai 75% no Hemosul
Ministério da Agricultura proíbe venda de 6 marcas de azeites
De 110 abordagens, apenas 15 moradores aceitaram abrigo
E a Globo não perdoou. Demitiu Mauro Naves
Juiz mantém efeitos da lei que assegura o uso de verba ambiental na conclusão do Aquário do Pantanal
Idosa fica ferida e carro é destruído em acidente
MS tem mais de 500 oportunidades de emprego nesta segunda-feira
Cadastro positivo compulsório entra em vigor nesta terça-feira
Confira a escala de plantão nas UPAs e CRSs médica desta segunda-feira (08/07)
Descoberta de brasileiros pode mudar história da humanidade
Linguiça de Maracaju rompe fronteiras e integra lista de produtos protegidos pelo Mercosul
Domingo de baixas temperaturas em todo Estado
Velório de João Gilberto será nesta segunda-feira no Theatro Municipal
Morre em São Paulo aos 83 anos o jornalista Salomão Schvartzman
Filho salva pai de atropelamento, mas morre arrastado por carreta em MS
Mega-Sena paga hoje prêmio de R$ 3 milhões
Com título, Paraty e Angra dos Reis agora esperam investimentos
Família organiza feijoada beneficente para cirurgia de criança com paralisia cerebral
Baixas temperaturas e geada marcam início do fim de semana em MS
Empresário se suicida em frente a ministro e governador de Sergipe
Com chuva e céu carregado, voo é cancelado em aeroporto da Capital
Previsão é de chuva e temperaturas amenas para esta quinta-feira
Inovação: Painel do Advogado facilita acompanhamento processual
Pesquisa Google
Pesquisa Google
Previsão do tempo
Publicidade
<
Copyright 2006 - 2019 JDCNotíciasMS. Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução desde que citada a fonte.