Um site a serviço do Estado - Ano VII - Campo Grande - Mato Grosso do Sul
Canais: 
Busca rápida
Cadernos
CAPA
CLÍNICAS MÉDICAS
COMPRAS - PEDRO JUAN - PARAGUAY
ARTIGOS
SAIBA AONDE SABOREAR AS DELÍCIAS DA CAPITAL
POLÍTICA
CONSTRUÇÃO CIVIL NA CAPITAL
NOTÍCIAS/INTERNET/TEC
MUNDO
TELEFONES ÚTEIS
HISTÓRIA DA PIZZA
GUIA DO COMÉRCIO DE CAMPO GRANDE
BRASIL
NOTICIAS
POLICIA
FALE CONOSCO
MENSALÃO
ESPORTE NEWS
MOMENTO DE REFLEXÃO
SALMO 23 - 25
NOTA ZERO
NOTA 10
SAÚDE
GUIA DO COMÉRCIO DE CAMPO GRANDE
RIO DE JANEIRO
HOTELARIA
JUSTIÇA
ECONOMIA
HORA DO RISO/PIADAS
TRAGÉDIA
FISCALIZAÇÃO PMR
EDUCAÇÃO
OPERAÇÃO LAVA JATO
OPERAÇÃO NOTA ZERO
LAMA ASFÁLTICA
GAECO
SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA FEDERAL
OPERAÇÃO RIQUIXÁ
GGIFRON
JORNALISMO
HOMENAGEM
SANTOS
CORONAVÍRUS
Publicidade
Publicações
07/10/2019 12:22
I Fórum Internacional sobre Violência contra a Mulher fortalece a Rede de Proteção
Noticias


Durante dois dias de intensos debates, profissionais de diversas áreas, como do direito, psicologia, serviço social, história, letras, entre outras, discutiram o fenômeno da violência de gênero, no I Fórum Internacional sobre Violência contra a Mulher. O evento aconteceu nos dias 3 e 4, no Novotel, e foi promovido pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, por meio da Escola Judicial de MS e da Coordenadoria da Mulher, em parceria com a Cátedra Unesco/UFGD “Diversidade Cultural, Gênero e Fronteiras” e a ONU Mulheres Brasil.

Como resultado, cerca de 200 pessoas fortaleceram seus trabalhos no enfrentamento contra a violência de gênero. “Foi um Fórum muito importante onde debates necessários foram produzidos por painelistas de várias áreas de conhecimento e com a participação de um público eclético que atua ativamente na Rede de enfrentamento da violência contra a mulher de todo o Estado de MS. Trouxemos ao debate diversas matérias e temáticas que precisam ser debatidas, como o feminicídio, a história do feminismo, o feminismo negro, a educação para a equidade de gênero, o patriarcalismo jurídico, as masculinidades positivas e rede de atendimento à mulher em situação de violência. Foi apresentado, também, o documentário SILENCIADAS: em busca de uma voz, de direção e produção da professora mestra Flávia Pieretti Cardoso, o qual demonstra as violências vivenciadas por mulheres com deficiência. Ainda tivemos a exposição da representante do CNJ, Fabiana Leite, sobre o papel dos grupos reflexivos e a campanha Justiça Presente. Essa programação foi importante para englobar uma gama de problemas e possíveis soluções/ideias para o enfrentamento  e a diminuição da desigualdade de gênero e, por consequência, da violência contra as mulheres”, disse a juíza Jacqueline Machado, coordenadora estadual da Mulher.

A conselheira do CNJ, Maria Cristiana Simões Amorim Ziouva, disse ser este Fórum, idealizado pela Coordenadoria da Mulher do TJMS, algo absolutamente necessário, principalmente no Poder Judiciário. “Só o fato de estarmos todos e todas aqui, reunidos para fazer esta discussão, o fato de termos tantas opiniões. Pessoas da Academia, Judiciário, e tantas outras profissões, trazendo suas experiências. É tanta informação boa que saímos daquele mundo, eminentemente, jurídico”, disse.

A conselheira iniciou recentemente seu trabalho junto ao CNJ e disse que os projetos e programas, como a Semana pela Paz em Casa, continuam e serão ampliados e melhorados.

Uma das frentes de atuação é a educação para Equidade de Gênero, tema apresentado na manhã da última sexta-feira (4), pelo professor doutor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Fernando Seffner. Segundo ele, a escola é espaço de debate e construção da equidade, mas o ambiente social também é preponderante.

“Cada vez mais as crianças e adolescentes, no Brasil, tem ficado mais anos e mais horas por dia na escola. Mas não basta o professor debater, fazer atividades produtivas, no sentido de criar uma identidade de gênero igualitária, se o aluno vai sair na rua, vai para casa e lá é local de desigualdades”, disse Seffener.

Segundo o acadêmico, este Fórum enriquece o debate e os atores saem fortalecidos em suas atividades. “Todos que estavam aqui já tem como objetivos de vida promover a igualdade de gênero. E tudo isto eleva seu trabalho”, explica o professor da UFRGS.

O I Fórum Internacional sobre Violência contra a Mulher teve como objetivo promover o debate sobre a violência contra a mulher e fazer abordagem dos subtemas: feminicídio, a história do feminismo, o feminismo negro, a educação para a equidade de gênero, o patriarcalismo jurídico, as masculinidades positivas e rede de atendimento à mulher em situação de violência. Na abertura o juiz auxiliar da Presidência, Fernando Chemin Cury, representou o presidente do TJMS, Des. Paschoal Carmello Leandro, e a Escola Judicial de MS foi representada pelo seu vice-diretor, Des. Alexandre Bastos, que ressaltou a importância de um evento dessa magnitude e para discutir um tema tão necessário e urgente e que precisa ter a participação dos homens. Ressaltou ainda o compromisso que os homens devem ter com o movimento HeforShe, Eles por Elas, da ONU Mulheres, em parceria com o TJMS. Participaram também da abertura a coordenadora da Mulher do TJ, juíza Jacqueline Machado, e a conselheira do CNJ, Maria Cristiana Simões Amorim Ziouva, entre outras autoridades de instituições parceiras no enfrentamento à violência contra a mulher.

O I Fórum Internacional sobre Violência contra a Mulher visa atender os objetivos constantes da Política Judiciária Nacional de Enfrentamento à violência contra a Mulher, instituída na Resolução nº 254/2018 do CNJ, a Agenda 2030, em especial ao ODS 5 - Igualdade de Gênero, promover um espaço de debates e troca de conhecimentos que traga significativo avanço para sociedade, além de cumprir o plano de ação proposto na adesão à iniciativa do Movimento de solidariedade HeForShe-ElesPorElas, da ONU Mulheres, pela igualdade de gênero.

Programação –  Na manhã da quinta-feira (3), a palestra de abertura foi “Feminicidio: revertir la marca final de la politica de la muerte de las mujeres”, com a professora mexicana Julia Monárrez, tendo como debatedor o Prof. Dr. Losandro Antônio Tedeschi (UFGD) e a juíza Helena Alice Machado Coelho como coordenadora.

Durante a tarde foram abordados os seguintes temas: Histórias e resistências feministas, com as professoras doutoras Jacy Curado (UFMS) e Cátia Paranhos (UFGD); e Feminismo Negro, com Maria Sylvia Aparecida de Oliveira (Geledés) e Angela Vanessa Ephifânio.

Na sexta-feira (4), o Fórum Internacional teve como temas: Educação para equidade de gênero, ministrado pelo Prof. Dr. Fernando Seffner (UFRGS) e como debatedor o professor Flávio Adriano Nantes (UFMS); Patriarcalismo Jurídico, com o Des. Roger Raupp Rios (TRF 4ª Região) e Danielle Cristine Barros Carvalho (UFRJ); Masculinidades positivas, com o professor André Masao Peres Tokuda (AEMS); Os grupos de responsabilização para homens autores de violências contra as mulheres: histórico, metodologias e desafios para a política de alternativas penais no Brasil, com Fabiana de Lima Leite (Coordenadora Técnica PNUD – CNJ); e Rede de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, intersetorialidade e transversalidade, com Aparecida Gonçalves e Vanessa Vieira.

Atuaram como coordenadores das palestras as juízas Jacqueline Machado, Helena Alice Coelho, Bruna Tafarelo, Tatiana Said, Thielly Dias de Alencar Pithan e Silva e o juiz Alessandro Leite Pereira.

HeForShe –  Confira no link  https://www.youtube.com/watch?v=jEQbPYuhohc  o vídeo produzido pelo TJMS do Movimento de solidariedade HeForShe-ElesPorElas, da ONU Mulheres, pela igualdade de gênero.


 

Autor da notícia: Secretaria de Comunicação - imprensa@tjms.jus.br

Veja também:
Detran-MS abre as portas na segunda-feira, mas agências de shoppings permanecem fechadas
Disk Covid: Agendamento de drive-thru para testes de coronavírus começa nesta sexta
Bolinho de bacalhau para a Sexta-Feira Santa
INSS começa a receber atestado para antecipar auxílio-doença
Temperaturas voltam a subir em Mato Grosso do Sul
Santa Casa descarta 21 casos de coronavírus
Paraguai confirma morte por Covid-19 em cidade vizinha a Ponta Porã
Com falta de EPIs, Estado vai receber 439,5 mil itens para profissionais da saúde
Morre primeira vítima do coronavírus em Mato Grosso do Sul
Pagamento de servidores que ganham até R$ 2 mil está disponível para saque
Judiciário de MS destina mais de R$ 570 mil no combate à COVID-19
Cantor sertanejo Mariano é diagnosticado com coronavírus
Terça de tempo firme e calor de 37°C
MS poderá usar cloroquina para tratamento de casos mais graves de Covid-19
Capital recebe quase 40 mil doses e vacinação começa amanhã
Gêmeos nascem em parto raro e que ocorre 1 a cada 80 mil, diz hospital: 'Estava dentro da bolsa e sentado'
Menino picado por escorpião está no CTI da Santa Casa
Twitter apaga post de Bolsonaro em que defende fim do isolamento
Ônibus e construção civil vão retornar gradualmente
Confira a escala médica de plantão nas Unidades de UPA) e (CRS) nesta segunda-feira, (30/03)
Loja é proibida de fazer ligações de cobranças e deve indenizar por danos morais
Semana começa com tempo claro e chuva isolada
MS tem 36 casos confirmados de coronavírus e outros 44 suspeitos são monitorados
Mega-Sena sorteará hoje prêmio de R$ 2,5 milhões
'Cloroquina não evita a doença', diz Ministério
Fique atualizado sobre as medidas adotadas pelo Governo de Mato Grosso do Sul para combater o Covid-19
Covid-19: Aulas em autoescolas estão suspensas até abril
Aviões voltam a atender a capitais e outras 19 cidades brasileiras
Petrobras reduz preço da gasolina em 5% a partir de sábado; diesel cai 3%
Saiba tudo sobre o tratamento com a cloroquina, autorizado em hospitais
Trabalhador morre atingido na cabeça por motosserra na fronteira
Inmet prevê quinta de tempo firme e baixa umidade do ar
Transporte intermunicipal de passageiros está temporariamente suspenso
Quarta-feira de tempo parcialmente nublado
Confira a escala médica de plantão nas Unidades de UPA) e (CRS) nesta terça-feira,
Campanha de vacinação contra a gripe em Campo Grande será feita em tendas nos postos de saúde e em algumas farmácias
Em situação de emergência, MS fecha parques e recomenda não compartilhamento de tereré e narguilé
Atendimento presencial nos bancos está suspenso em Campo Grande com novo decreto da prefeitura
Mulher com sintomas de Covid-19 é retirada de ônibus em MS
Na rodoviária de Campo Grande, movimentação cai e passageiros revelam temor de contaminação
Nove postos de combustíveis foram autuados em ação do Procon, Inmetro, Decon e ANP
Operador de logística recebe indenização por erro médico em diagnóstico
Meteorologia indica sexta chuvosa para todas as regiões do Estado
Nota sobre horário de atendimento no Cijus
COVID-19: Estabelecida rotina para protocolo de documentos no TJMS
Concurso PM: Candidatos têm matrículas deferidas para Curso de Formação de Soldados
Clima tropical: Quarta-feira deve ser quente e de chuvas isoladas em MS
Funtrab inicia a semana com 786 vagas de emprego
Mega-sena acumula, mas Mato Grosso do Sul tem 48 apostas ganhadoras na quadra
Sábado terá tempo firme com predomínio de calor e clima seco
Plano de saúde deve reembolsar paciente por gasto com UTI-aérea
Dólar sobe pela 3ª vez seguida, vale R$ 4,81 e renova recorde
Com petróleo em queda recorde, Petrobras reduz preço dos combustíveis nas refinarias
Inmet prevê sexta-feira de céu claro e calor de 40°C
Mega-Sena sorteia nesta quinta-feira prêmio estimado em R$ 4,5 milhões
Município deve indenizar aluno por abuso sofrido em escola
TJMS está empenhado em cumprir objetivos da Agenda 2030 da ONU
Inmet prevê tempo firme e altas temperaturas
Dono de imóvel será indenizado por negligência na execução da obra
Terça-feira será de tempo firme e clima seco
Vara especializada em medidas protetivas completa 5 anos
Duas apostas acertam a Mega-sena; prêmio é de R$ 27,8 milhões
Sábado será de sol e máxima de 39°C
Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 55 milhões neste sábado
Baixada Santista tem 30 mortos e 49 desaparecidos depois da chuva
Defesa Civil Nacional decreta Estado de Calamidade Pública no Guarujá
Quinta-feira de tempo claro e máxima de 37°C em Mato Grosso do Sul
Procon Estadual autua 30 postos de combustíveis e aplica multa superior a R$ 260 mil em três anos
Tempo firme e bastante calor nesta quarta-feira em MS
Companhia aérea deve indenizar passageira por falta de climatização em voo
Bombeiros recebem kits para atender eventuais vítimas de coronavírus
Terça-feira de tempo parcialmente nublado e máxima de 35°C
Período carnavalesco reuniu 15 milhões de pessoas em São Paulo
Baixada Fluminense é afetada pelas fortes chuvas
Após rompimento de pneu, monotrilho fica paralisado em São Paulo
Chuvas fortes matam quatro pessoas no Rio de Janeiro
Sobe para 13 o número de mortos em naufrágio no Amapá
Igrejas recomendam evitar contato em missas para prevenir coronavírus
Carreta da Justiça atende Corguinho e Rochedo na próxima semana
Duas apostas acertam seis dezenas da Mega e dividem R$ 200 milhões
Pesquisa Google
Pesquisa Google
Previsão do tempo
Publicidade
<
Copyright 2006 - 2019 JDCNotíciasMS. Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução desde que citada a fonte.