Um site a serviço do Estado - Ano VII - Campo Grande - Mato Grosso do Sul
Canais: 
Busca rápida
Cadernos
CAPA
CLÍNICAS MÉDICAS
COMPRAS - PEDRO JUAN - PARAGUAY
ARTIGOS
SAIBA AONDE SABOREAR AS DELÍCIAS DA CAPITAL
POLÍTICA
CONSTRUÇÃO CIVIL NA CAPITAL
NOTÍCIAS/INTERNET/TEC
MUNDO
TELEFONES ÚTEIS
HISTÓRIA DA PIZZA
GUIA DO COMÉRCIO DE CAMPO GRANDE
BRASIL
NOTICIAS
POLICIA
FALE CONOSCO
MENSALÃO
ESPORTE NEWS
MOMENTO DE REFLEXÃO
SALMO 23 - 25
NOTA ZERO
NOTA 10
SAÚDE
GUIA DO COMÉRCIO DE CAMPO GRANDE
RIO DE JANEIRO
HOTELARIA
JUSTIÇA
ECONOMIA
HORA DO RISO/PIADAS
TRAGÉDIA
FISCALIZAÇÃO PMR
EDUCAÇÃO
OPERAÇÃO LAVA JATO
OPERAÇÃO NOTA ZERO
LAMA ASFÁLTICA
GAECO
SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA FEDERAL
OPERAÇÃO RIQUIXÁ
GGIFRON
Publicidade
Publicações
07/10/2019 12:22
I Fórum Internacional sobre Violência contra a Mulher fortalece a Rede de Proteção
Noticias


Durante dois dias de intensos debates, profissionais de diversas áreas, como do direito, psicologia, serviço social, história, letras, entre outras, discutiram o fenômeno da violência de gênero, no I Fórum Internacional sobre Violência contra a Mulher. O evento aconteceu nos dias 3 e 4, no Novotel, e foi promovido pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, por meio da Escola Judicial de MS e da Coordenadoria da Mulher, em parceria com a Cátedra Unesco/UFGD “Diversidade Cultural, Gênero e Fronteiras” e a ONU Mulheres Brasil.

Como resultado, cerca de 200 pessoas fortaleceram seus trabalhos no enfrentamento contra a violência de gênero. “Foi um Fórum muito importante onde debates necessários foram produzidos por painelistas de várias áreas de conhecimento e com a participação de um público eclético que atua ativamente na Rede de enfrentamento da violência contra a mulher de todo o Estado de MS. Trouxemos ao debate diversas matérias e temáticas que precisam ser debatidas, como o feminicídio, a história do feminismo, o feminismo negro, a educação para a equidade de gênero, o patriarcalismo jurídico, as masculinidades positivas e rede de atendimento à mulher em situação de violência. Foi apresentado, também, o documentário SILENCIADAS: em busca de uma voz, de direção e produção da professora mestra Flávia Pieretti Cardoso, o qual demonstra as violências vivenciadas por mulheres com deficiência. Ainda tivemos a exposição da representante do CNJ, Fabiana Leite, sobre o papel dos grupos reflexivos e a campanha Justiça Presente. Essa programação foi importante para englobar uma gama de problemas e possíveis soluções/ideias para o enfrentamento  e a diminuição da desigualdade de gênero e, por consequência, da violência contra as mulheres”, disse a juíza Jacqueline Machado, coordenadora estadual da Mulher.

A conselheira do CNJ, Maria Cristiana Simões Amorim Ziouva, disse ser este Fórum, idealizado pela Coordenadoria da Mulher do TJMS, algo absolutamente necessário, principalmente no Poder Judiciário. “Só o fato de estarmos todos e todas aqui, reunidos para fazer esta discussão, o fato de termos tantas opiniões. Pessoas da Academia, Judiciário, e tantas outras profissões, trazendo suas experiências. É tanta informação boa que saímos daquele mundo, eminentemente, jurídico”, disse.

A conselheira iniciou recentemente seu trabalho junto ao CNJ e disse que os projetos e programas, como a Semana pela Paz em Casa, continuam e serão ampliados e melhorados.

Uma das frentes de atuação é a educação para Equidade de Gênero, tema apresentado na manhã da última sexta-feira (4), pelo professor doutor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Fernando Seffner. Segundo ele, a escola é espaço de debate e construção da equidade, mas o ambiente social também é preponderante.

“Cada vez mais as crianças e adolescentes, no Brasil, tem ficado mais anos e mais horas por dia na escola. Mas não basta o professor debater, fazer atividades produtivas, no sentido de criar uma identidade de gênero igualitária, se o aluno vai sair na rua, vai para casa e lá é local de desigualdades”, disse Seffener.

Segundo o acadêmico, este Fórum enriquece o debate e os atores saem fortalecidos em suas atividades. “Todos que estavam aqui já tem como objetivos de vida promover a igualdade de gênero. E tudo isto eleva seu trabalho”, explica o professor da UFRGS.

O I Fórum Internacional sobre Violência contra a Mulher teve como objetivo promover o debate sobre a violência contra a mulher e fazer abordagem dos subtemas: feminicídio, a história do feminismo, o feminismo negro, a educação para a equidade de gênero, o patriarcalismo jurídico, as masculinidades positivas e rede de atendimento à mulher em situação de violência. Na abertura o juiz auxiliar da Presidência, Fernando Chemin Cury, representou o presidente do TJMS, Des. Paschoal Carmello Leandro, e a Escola Judicial de MS foi representada pelo seu vice-diretor, Des. Alexandre Bastos, que ressaltou a importância de um evento dessa magnitude e para discutir um tema tão necessário e urgente e que precisa ter a participação dos homens. Ressaltou ainda o compromisso que os homens devem ter com o movimento HeforShe, Eles por Elas, da ONU Mulheres, em parceria com o TJMS. Participaram também da abertura a coordenadora da Mulher do TJ, juíza Jacqueline Machado, e a conselheira do CNJ, Maria Cristiana Simões Amorim Ziouva, entre outras autoridades de instituições parceiras no enfrentamento à violência contra a mulher.

O I Fórum Internacional sobre Violência contra a Mulher visa atender os objetivos constantes da Política Judiciária Nacional de Enfrentamento à violência contra a Mulher, instituída na Resolução nº 254/2018 do CNJ, a Agenda 2030, em especial ao ODS 5 - Igualdade de Gênero, promover um espaço de debates e troca de conhecimentos que traga significativo avanço para sociedade, além de cumprir o plano de ação proposto na adesão à iniciativa do Movimento de solidariedade HeForShe-ElesPorElas, da ONU Mulheres, pela igualdade de gênero.

Programação –  Na manhã da quinta-feira (3), a palestra de abertura foi “Feminicidio: revertir la marca final de la politica de la muerte de las mujeres”, com a professora mexicana Julia Monárrez, tendo como debatedor o Prof. Dr. Losandro Antônio Tedeschi (UFGD) e a juíza Helena Alice Machado Coelho como coordenadora.

Durante a tarde foram abordados os seguintes temas: Histórias e resistências feministas, com as professoras doutoras Jacy Curado (UFMS) e Cátia Paranhos (UFGD); e Feminismo Negro, com Maria Sylvia Aparecida de Oliveira (Geledés) e Angela Vanessa Ephifânio.

Na sexta-feira (4), o Fórum Internacional teve como temas: Educação para equidade de gênero, ministrado pelo Prof. Dr. Fernando Seffner (UFRGS) e como debatedor o professor Flávio Adriano Nantes (UFMS); Patriarcalismo Jurídico, com o Des. Roger Raupp Rios (TRF 4ª Região) e Danielle Cristine Barros Carvalho (UFRJ); Masculinidades positivas, com o professor André Masao Peres Tokuda (AEMS); Os grupos de responsabilização para homens autores de violências contra as mulheres: histórico, metodologias e desafios para a política de alternativas penais no Brasil, com Fabiana de Lima Leite (Coordenadora Técnica PNUD – CNJ); e Rede de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, intersetorialidade e transversalidade, com Aparecida Gonçalves e Vanessa Vieira.

Atuaram como coordenadores das palestras as juízas Jacqueline Machado, Helena Alice Coelho, Bruna Tafarelo, Tatiana Said, Thielly Dias de Alencar Pithan e Silva e o juiz Alessandro Leite Pereira.

HeForShe –  Confira no link  https://www.youtube.com/watch?v=jEQbPYuhohc  o vídeo produzido pelo TJMS do Movimento de solidariedade HeForShe-ElesPorElas, da ONU Mulheres, pela igualdade de gênero.


 

Autor da notícia: Secretaria de Comunicação - imprensa@tjms.jus.br

Veja também:
Sexta-feira de altas temperaturas e tempo nublado em MS
Mutirão julga 190 processos de violência doméstica de comarcas do interior
Previsão do Tempo: Quinta com possibilidade de chuva e calor de 42°C
Maior avião comercial da Embraer começa a voar de Campinas a Brasília
Arte do Estado encanta e fica na quinta posição em vendas no Salão do Artesanato de São Paulo
Ex-presidente do Bradesco morre aos 93 anos
Emprego: Funtrab oferta 169 vagas para diversos níveis de escolaridade na Capital
Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 34 milhões
Confira a escala de plantão nas UPAs e CRSs médica desta quarta-feira (16/10)
Tribunal de Justiça publica edital de processo seletivo para estagiários
Mega-Sena sorteia nesta segunda-feira prêmio de R$ 30 milhões
Confira a escala de plantão nas UPAs e CRSs médica desta segunda-feira (14/10)
2ª Câmara Cível mantém condenação por agressão em supermercado
Domingo será de bastante calor e tempo seco em MS
Riachuelo é autuada pelo Procon Estadual por induzir consumidor ao erro
Ministério Público denuncia e Procon Estadual autua Carrefour por deficiência no atendimento
Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 30 milhões
Mato Grosso do Sul volta a ter calor perto dos 40°C neste feriado
Seguradora é condenada a indenizar mãe e filha por danos morais
Detran-MS traz orientações para viagem segura no feriado prolongado
Meteorologia prevê dia parcialmente nublado com calor de 37°C
Hospital municipal deverá custar R$ 200 milhões
Padaria deve indenizar cliente por vender salgado estragado
Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio acumulado de R$ 25 milhões
Tempo segue nublado nesta terça-feira e máxima será de 33°C
TJMS cria tarja de prioridade para Pessoa com Deficiência
Confira a escala médica de plantão das UPAs e CRSs para esta segunda-feira, (07/10)
Semana começa com clima agradável em todo Estado
MS 42 Anos: Confira o que abre e fecha no feriado e programe-se
Rio de Janeiro recebe maior encontro de observação de pássaros do país
Domingo chuvoso será propício para curtir “preguiça”
Mega-Sena: prêmio acumula em R$ 25 milhões
Mega-Sena promete sortear prêmio de R$ 18 milhões neste sábado
Megaoperação antecede piracema e cota zero
Confira a escala médica de plantão das UPAs e CRSs para esta sábado, (05/10)
Tempo continua ameno e há possibilidade de chuva e trovoadas para o Estado
Bombeiros encontram mais um corpo em Brumadinho
Aplicativo bloqueia ligações e mensagens para celular no trânsito
Micro e pequenas empresas têm saldo de 10,3 mil empregos e representam 60,52% das contratações em MS
Meteorologia indica sexta de tempo nublado com pancadas de chuva em MS
Endividada em R$ 300 milhões, Santa Casa quer mais empréstimos
Peça se solta de carro e mata mecânico em Curitiba
Venda ilegal de anabolizantes é risco para adolescentes em academias de MS
Confira a escala de plantão nas UPAs e CRSs médica desta quinta-feira (05/10)
Dia será chuvoso em grande parte do MS; Defesa Civil orienta para cuidados em caso de tempestades
Mega-Sena acumula e vai pagar prêmio de R$ 18 milhões no sábado (5)
TJ determina manutenção da jornada de 8 horas
Mega-Sena promete sortear R$ 3 milhões nesta quarta-feira
Índice Geral de Desempenho Industrial de MS está positivo há 15 meses consecutivos
Precoce MS tem 1,6 milhão de animais abatidos desde 2017
Em outubro bandeira tarifária de energia é amarela
Quarta-feira será marcada pela volta da chuva a MS
Professores protestam, mas população apoia escolas cívico-militares
Após 6 horas, bloqueio é mantido na MS-156
Iagro fecha relatório da fiscalização do vazio sanitário em Mato Grosso do Sul
Confira a escala médica de plantão das UPAs e CRSs para esta terça-feira, (01/10)
Dony De Nuccio e SBT estão muito próximos de um acordo
Outubro começa com tempo firme em todo Estado
Setembro foi mês mais seco dos últimos onze anos em MS
MS terá de qualificar 142,5 mil trabalhadores em profissões industriais até 2023
Confira a escala médica de plantão das UPAs e CRSs para esta Segunda-feira, (30/09)
TJ nega indenização por rescisão de contrato de motorista de aplicativo
Preso condutor que causou acidente fatal com ônibus que saiu de MS
Último dia de setembro terá calor de 40°C
Mega-Sena de R$ 5 milhões sai para Londrina
Meteorologia prevê calor de 39°C neste domingo
Colisão entre dois VLTs deixa 37 feridos em Fortaleza
TJ nega o 1º habeas corpus a preso suspeito de relação com milícia
OAB pede revogação de prisão e diz que advogado se apresenta na 2ª feira
Hemosul convoca doadores da Capital, Dourados e Três Lagoas para aumentar estoque
Calor perto dos 40°C volta a MS nesse fim de semana
Governador do Rio quer processar Paraguai na ONU por tráfico de armas
No Dia Nacional da Doação de Órgãos, Central de MS celebra 3,5 mil doações em 20 anos
Presidente do Tribunal de Justiça recebe homenagem da Agepen
Renê Siufi chama de piada prisão de Jamil Name e filho
Bolsonaro comenta decisão do TSE sobre disparos no WhatsApp
Agora vamos saber se Luciano Huck gosta do Brasil ou de dinheiro
Dia nacional do idoso será comemorado com caminhada no sábado (28)
Pesquisa Google
Pesquisa Google
Previsão do tempo
Publicidade
<
Copyright 2006 - 2019 JDCNotíciasMS. Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução desde que citada a fonte.