Um site a serviço do Estado - Ano VII - Campo Grande - Mato Grosso do Sul
Canais: 
Busca rápida
Cadernos
CAPA
CLÍNICAS MÉDICAS
COMPRAS - PEDRO JUAN - PARAGUAY
ARTIGOS
SAIBA AONDE SABOREAR AS DELÍCIAS DA CAPITAL
POLÍTICA
CONSTRUÇÃO CIVIL NA CAPITAL
NOTÍCIAS/INTERNET/TEC
MUNDO
TELEFONES ÚTEIS
HISTÓRIA DA PIZZA
GUIA DO COMÉRCIO DE CAMPO GRANDE
BRASIL
NOTICIAS
POLICIA
FALE CONOSCO
MENSALÃO
ESPORTE NEWS
MOMENTO DE REFLEXÃO
SALMO 23 - 25
NOTA ZERO
NOTA 10
SAÚDE
GUIA DO COMÉRCIO DE CAMPO GRANDE
RIO DE JANEIRO
HOTELARIA
JUSTIÇA
ECONOMIA
HORA DO RISO/PIADAS
TRAGÉDIA
FISCALIZAÇÃO PMR
EDUCAÇÃO
OPERAÇÃO LAVA JATO
OPERAÇÃO NOTA ZERO
LAMA ASFÁLTICA
GAECO
SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA FEDERAL
OPERAÇÃO RIQUIXÁ
GGIFRON
JORNALISMO
HOMENAGEM
SANTOS
CORONAVÍRUS
Publicidade
Publicações
10/12/2019 11:12
PF cumpre mandados em MS contra servidores federais que recebiam propina de frigorífico
Polícia Federal

Dourados News

A Polícia Federal, com apoio do MPF (Ministério Público Federal), deflagrou na manhã desta terça-feira (10/12) a segunda fase da Operação Porteira Aberta, mirando combater um esquema de pagamento de propinas a servidores públicos de fiscalização sanitária federal pela empresa investigada para emitirem certificados sem, de fato, fiscalizar o abate de animais na empresa.

Em Mato Grosso do Sul, três cidades são alvos do cumprimento das ações. Ao todo, são 15 mandados de busca e atinge outros cinco estados Mato Grosso, Goiás, Pernambuco, Paraná e Santa Catarina.

Estão sendo cumpridos ainda 15 termos de compromisso aplicando medidas cautelares diversas da prisão, dentre elas, o afastamento de Fiscais Federais Agropecuários.

Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal de Barra do Garças (MT), que também determinou o sequestro de bens e valores pertencentes a quatro fiscais federais agropecuários, totalizando R$ 5.080.200,00.

O pagamento de propina vinha ocorrendo nas unidades da empresa situadas nos municípios de Anápolis (GO), Barra do Garças (MT), Confresa (MT), Cuiabá (MT), Diamantino (MT), Pedra Preta (MT), Vila Rica (MT), São José dos Quatro Marcos (MT), Água Boa (MT) e Matupá (MT), além das sul-mato-grossenses Ponta Porã, Campo Grande e Cassilândia.

Os valores destinados ao pagamento de propinas eram registrados na contabilidade das unidades da empresa como despesas de consultoria e marketing ou serviço de inspeção federal.

São alvos da operação os Fiscais Federais Agropecuários e os médicos veterinários conveniados ao SIF que atuavam na fiscalização das plantas industriais da empresa localizadas nos referidos municípios.

Os investigados irão responder por corrupção ativa e passiva, além de organização criminosa, podendo pegar até 20 anos de prisão.

A operação foi denominada Porteira Aberta tendo em vista a ausência de controle dos animais, a falta de inspeção dos fiscais sanitários permitia que o gado fosse abatido indiscriminadamente, sem qualquer empecilho.

Veja também:
Coronavírus: PF suspende atendimento ao público no Rio de Janeiro
Deputado do PSL diz ter sofrido atentado em rodovia
PF cumpre 28 mandados e mira esquema de fraudes em licitações
Preso que pagou fiança de R$ 80 mil apresentou documento falso, diz PF
Polícia Federal faz operação contra tráfico de armas em três estados
Operação em MS combate o tráfico de armas que abastece criminosos no RJ
Lava Jato: PF investiga contratos de telefonia, internet e TV paga
PF deflagra operação para desarticular organização de tráfico
Polícia Federal combate tráfico de drogas em Parnaíba, no Piauí
PF prende desembargadora da Bahia por suspeita de corrupção
PF pede a prisão de Dilma e Mantega, mas Fachin nega
Receita e PF deflagram operação contra crimes tributários
PF intima Renan e Braga para que prestem esclarecimentos em inquérito
PF cumpre esta manhã mandados judiciais determinados pelo Supremo
Operação da PF destrói 360 mil pés de maconha no Maranhão e Pará
PF cumpre 11 mandados de busca em endereços ligados a Paulo Preto
Perseguição no aeroporto da capital termina com homem preso após tentar tomar arma de PF
PF cumpre 14 mandados de prisão contra fraudes na Receita
Conversas entre Manuela e hacker duraram nove dias, diz PF
PF prende ex-governador do Tocantins, Marcelo Miranda
PF faz operação contra venda de sentenças no Rio de Janeiro
Polícia Federal indicia 13 por rompimento da barragem da Vale
Polícia Federal deflagra 2ª fase da Operação Spoofing
PF cumpre mandados em gabinetes do líder do governo e de seu filho
Investigações contra agressor de Bolsonaro podem ser retomadas
Indio da Costa é preso pela PF em operação contra fraudes nos Correios
Lava Jato cumpre mandados de prisão por propina paga a 2 ex-ministros
PF cumpre 39 mandados em nova fase da Lava Jato
Roubo em Guarulhos: empresa paga R$ 150 mil de recompensa por pistas
Perícia em celular de Moro permitiu a PF identificar supostos hackers
Suspeitos de invadir celular de Moro são transferidos para Brasília
PF deflagra operação e prende suspeitos de invadir celular de Moro
Pesquisa Google
Pesquisa Google
Previsão do tempo
Publicidade
<
Copyright 2006 - 2019 JDCNotíciasMS. Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução desde que citada a fonte.