Um site a serviço do Estado - Ano VII - Campo Grande - Mato Grosso do Sul
Canais: 
Busca rápida
Cadernos
CAPA
CLÍNICAS MÉDICAS
COMPRAS - PEDRO JUAN - PARAGUAY
ARTIGOS
SAIBA AONDE SABOREAR AS DELÍCIAS DA CAPITAL
POLÍTICA
CONSTRUÇÃO CIVIL NA CAPITAL
NOTÍCIAS/INTERNET/TEC
MUNDO
TELEFONES ÚTEIS
HISTÓRIA DA PIZZA
GUIA DO COMÉRCIO DE CAMPO GRANDE
BRASIL
NOTICIAS
POLICIA
FALE CONOSCO
MENSALÃO
ESPORTE NEWS
MOMENTO DE REFLEXÃO
SALMO 23 - 25
NOTA ZERO
NOTA 10
SAÚDE
GUIA DO COMÉRCIO DE CAMPO GRANDE
RIO DE JANEIRO
HOTELARIA
JUSTIÇA
ECONOMIA
HORA DO RISO/PIADAS
TRAGÉDIA
FISCALIZAÇÃO PMR
EDUCAÇÃO
OPERAÇÃO LAVA JATO
OPERAÇÃO NOTA ZERO
LAMA ASFÁLTICA
GAECO
SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA FEDERAL
OPERAÇÃO RIQUIXÁ
GGIFRON
JORNALISMO
HOMENAGEM
SANTOS
CORONAVÍRUS
Publicidade
Publicações
11/01/2020 12:06
Dados mostraram que equipamentos eletrônicos ajudaram a reduzir mortes
Noticias

Correio do Estado
Daiany Albuquerque

Vereadores querem que seja proibido o uso de radares móveis na Capital - Foto: Arquivo

A Prefeitura de Campo Grande vetou totalmente o Projeto de Lei nº 9.482/2.019, de autoria de 17 vereadores da Capital, que tinha por objetivo proibir o uso de radares móveis ou portáteis por parte da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran). Apesar da decisão do Executivo do município, a lei pode ainda ser promulgada pelos parlamentares.

O texto do projeto é curto, com apenas três artigos, que estabelecem, além do fim do uso do equipamento, que, caso multas sejam dadas com base no aparelho, elas seriam anuladas. “Art.1º. É vedado aos órgãos de trânsito do Município de Campo Grande (MS) o uso de instrumentos e equipamentos medidores de velocidade do tipo móvel ou portátil, cuja fiscalização eletrônica seja realizada nos veículos em movimento pelos órgãos de trânsito, dentro de seu limite territorial. Art. 2°. Esta lei proíbe a fiscalização por meio de medidores de velocidade do tipo móvel ou portátil – radar móvel – no âmbito do Município de Campo Grande (MS), sob pena de nulidade do auto de infração de trânsito”.

Entretanto, de acordo com o texto publicado no Diário Oficial do Estado de sexta-feira (10), o veto, assinado pela vice-prefeita Adriane Lopes (Patriota), seria em razão da incompatibilidade entre o que apresenta o texto da lei e o que está disposto na Constituição Federal e no Código de Trânsito Brasileiro (CBT).

“A Constituição Federal prevê, em seu artigo 23, inciso XII, a competência comum da União, estados e municípios para tratar da política de educação para a segurança do trânsito. Art. 23. É competência comum da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios: XII – estabelecer e implantar política de educação para a segurança do trânsito. Portanto, a medida prevista no presente projeto de lei não se encontra dentro da competência comum do artigo 23 da Constituição Federal, mas, sim, na competência privativa da União”, dizia trecho da mensagem sobre o veto.

Ainda segundo a prefeitura, “o CTB não deixou dúvidas de que é o Poder Executivo, por meio do órgão municipal da área, o competente para promover a gestão do trânsito local, devendo, no entanto, ser integrante do Sistema Nacional de Trânsito”. 

“Verifica-se assim que a competência para legislar sobre trânsito é privativa da União, sendo o município, por meio do Poder Executivo, competente para praticar determinados atos atribuídos pela legislação federal no que se refere ao trânsito, sem,no entanto, estar autorizado a legislar sobre o mesmo, visto que as medidas delegadas são taxativas”, explicou.

Assinaram a lei os vereadores Dr. Antônio Cruz (PSDB), André Salineiro (PSDB), Júnior Longo (PSB), Betinho (Republicanos), Delegado Wellington (PSDB), William Maksoud (PMN), João César Mattogrosso (PSDB), Pastor Jeremias Flores (Avante), Veterinário Francisco (PSB), Enfermeira Cida Amaral (Pros), Dr. Wilson Sami (MDB), Dr. Lívio (PSDB), Valdir Gomes (PP), Eduardo Romero (Rede), Vinícius Siqueira (DEM), Fritz (PSD) e Dr. Loester (MDB). 

Para Júnior Longo, que também é presidente da Comissão de Transportes da Casa, o veto poderá ser, sim, derrubado, já que os parlamentares veem o equipamento como uma “indústria da multa”. “Sou a favor da utilização de radares, desde que bem sinalizados, para servirem como uma forma de reduzir acidentes de trânsito. É sabido que esses equipamentos ajudam na queda até do número de mortes, mas sou contra a utilização desses equipamentos móveis em que o agente fica escondido com a única função de punir o condutor. A função dos radares não é de arrecadação e, sim, para manter os condutores dentro das leis de trânsito”, declarou.

Entretanto, para o chefe de Fiscalização de Trânsito da Agetran, Carlos Guarini, o uso dos radares móveis ajuda a combater o excesso de velocidade nas vias onde não há aparelhos fixos.

“É mais um item importante na fiscalização de trânsito, principalmente nas ruas e avenidas onde não há os radares fixos instalados e que há a ocorrência de vários acidentes, como as avenidas Duque de Caxias, Lúdio Martins Coelho, Interlagos, Ministro João Arinos, Cônsul Assaf Trad e Guaicurus”, informou Guarini.

Ainda segundo o chefe da fiscalização, a via que mais preocupa a agência pela velocidade em que os condutores trafegam por ela é a Ministro João Arinos, localizada na saída para Três Lagoas. A região é constantemente palco de acidentes, causados, em sua maioria, por alta velocidade, aliada a outras imprudências no trânsito.

DECISÃO NA VOLTA DO RECESSO

Como o projeto de lei foi apreciado pelo Executivo municipal durante o recesso da Câmara, os vereadores só darão uma resposta após o dia 2 de fevereiro, quando a Casa retorna de seu recesso.

Veja também:
Detran-MS abre as portas na segunda-feira, mas agências de shoppings permanecem fechadas
Disk Covid: Agendamento de drive-thru para testes de coronavírus começa nesta sexta
Bolinho de bacalhau para a Sexta-Feira Santa
INSS começa a receber atestado para antecipar auxílio-doença
Temperaturas voltam a subir em Mato Grosso do Sul
Santa Casa descarta 21 casos de coronavírus
Paraguai confirma morte por Covid-19 em cidade vizinha a Ponta Porã
Com falta de EPIs, Estado vai receber 439,5 mil itens para profissionais da saúde
Morre primeira vítima do coronavírus em Mato Grosso do Sul
Pagamento de servidores que ganham até R$ 2 mil está disponível para saque
Judiciário de MS destina mais de R$ 570 mil no combate à COVID-19
Cantor sertanejo Mariano é diagnosticado com coronavírus
Terça de tempo firme e calor de 37°C
MS poderá usar cloroquina para tratamento de casos mais graves de Covid-19
Capital recebe quase 40 mil doses e vacinação começa amanhã
Gêmeos nascem em parto raro e que ocorre 1 a cada 80 mil, diz hospital: 'Estava dentro da bolsa e sentado'
Menino picado por escorpião está no CTI da Santa Casa
Twitter apaga post de Bolsonaro em que defende fim do isolamento
Ônibus e construção civil vão retornar gradualmente
Confira a escala médica de plantão nas Unidades de UPA) e (CRS) nesta segunda-feira, (30/03)
Loja é proibida de fazer ligações de cobranças e deve indenizar por danos morais
Semana começa com tempo claro e chuva isolada
MS tem 36 casos confirmados de coronavírus e outros 44 suspeitos são monitorados
Mega-Sena sorteará hoje prêmio de R$ 2,5 milhões
'Cloroquina não evita a doença', diz Ministério
Fique atualizado sobre as medidas adotadas pelo Governo de Mato Grosso do Sul para combater o Covid-19
Covid-19: Aulas em autoescolas estão suspensas até abril
Aviões voltam a atender a capitais e outras 19 cidades brasileiras
Petrobras reduz preço da gasolina em 5% a partir de sábado; diesel cai 3%
Saiba tudo sobre o tratamento com a cloroquina, autorizado em hospitais
Trabalhador morre atingido na cabeça por motosserra na fronteira
Inmet prevê quinta de tempo firme e baixa umidade do ar
Transporte intermunicipal de passageiros está temporariamente suspenso
Quarta-feira de tempo parcialmente nublado
Confira a escala médica de plantão nas Unidades de UPA) e (CRS) nesta terça-feira,
Campanha de vacinação contra a gripe em Campo Grande será feita em tendas nos postos de saúde e em algumas farmácias
Em situação de emergência, MS fecha parques e recomenda não compartilhamento de tereré e narguilé
Atendimento presencial nos bancos está suspenso em Campo Grande com novo decreto da prefeitura
Mulher com sintomas de Covid-19 é retirada de ônibus em MS
Na rodoviária de Campo Grande, movimentação cai e passageiros revelam temor de contaminação
Nove postos de combustíveis foram autuados em ação do Procon, Inmetro, Decon e ANP
Operador de logística recebe indenização por erro médico em diagnóstico
Meteorologia indica sexta chuvosa para todas as regiões do Estado
Nota sobre horário de atendimento no Cijus
COVID-19: Estabelecida rotina para protocolo de documentos no TJMS
Concurso PM: Candidatos têm matrículas deferidas para Curso de Formação de Soldados
Clima tropical: Quarta-feira deve ser quente e de chuvas isoladas em MS
Funtrab inicia a semana com 786 vagas de emprego
Mega-sena acumula, mas Mato Grosso do Sul tem 48 apostas ganhadoras na quadra
Sábado terá tempo firme com predomínio de calor e clima seco
Plano de saúde deve reembolsar paciente por gasto com UTI-aérea
Dólar sobe pela 3ª vez seguida, vale R$ 4,81 e renova recorde
Com petróleo em queda recorde, Petrobras reduz preço dos combustíveis nas refinarias
Inmet prevê sexta-feira de céu claro e calor de 40°C
Mega-Sena sorteia nesta quinta-feira prêmio estimado em R$ 4,5 milhões
Município deve indenizar aluno por abuso sofrido em escola
TJMS está empenhado em cumprir objetivos da Agenda 2030 da ONU
Inmet prevê tempo firme e altas temperaturas
Dono de imóvel será indenizado por negligência na execução da obra
Terça-feira será de tempo firme e clima seco
Vara especializada em medidas protetivas completa 5 anos
Duas apostas acertam a Mega-sena; prêmio é de R$ 27,8 milhões
Sábado será de sol e máxima de 39°C
Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 55 milhões neste sábado
Baixada Santista tem 30 mortos e 49 desaparecidos depois da chuva
Defesa Civil Nacional decreta Estado de Calamidade Pública no Guarujá
Quinta-feira de tempo claro e máxima de 37°C em Mato Grosso do Sul
Procon Estadual autua 30 postos de combustíveis e aplica multa superior a R$ 260 mil em três anos
Tempo firme e bastante calor nesta quarta-feira em MS
Companhia aérea deve indenizar passageira por falta de climatização em voo
Bombeiros recebem kits para atender eventuais vítimas de coronavírus
Terça-feira de tempo parcialmente nublado e máxima de 35°C
Período carnavalesco reuniu 15 milhões de pessoas em São Paulo
Baixada Fluminense é afetada pelas fortes chuvas
Após rompimento de pneu, monotrilho fica paralisado em São Paulo
Chuvas fortes matam quatro pessoas no Rio de Janeiro
Sobe para 13 o número de mortos em naufrágio no Amapá
Igrejas recomendam evitar contato em missas para prevenir coronavírus
Carreta da Justiça atende Corguinho e Rochedo na próxima semana
Duas apostas acertam seis dezenas da Mega e dividem R$ 200 milhões
Pesquisa Google
Pesquisa Google
Previsão do tempo
Publicidade
<
Copyright 2006 - 2019 JDCNotíciasMS. Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução desde que citada a fonte.